O Conselho Regional dos Corretores de Imóveis de Mato Grosso – CRECI/MT registrou ao fim de outubro, 10. 478 registros de notificações, constatações, exercícios ilegais e infrações ao longo de 2019. O relatório é da coordenadoria de fiscalização do Creci-MT.

 O combate ao exercício ilegal da profissão é premissa do Creci –MT e os números apresentados pela fiscalização vai ao encontro dos anseios da categoria e da sociedade. Os números de 2019 se deram mediante a uma extensa agenda de ações planejadas pela autarquia e sua diretoria.

“Estamos com a fiscalização nas ruas todos os dias. Estamos inclusive, ensinando algumas imobiliárias, que não eram acostumadas com esse tipo de fiscalização, sobre a exigência do cumprimento da legislação. Sabemos que é uma fiscalização que intimida. Mas, nosso objetivo é fazer com que as imobiliárias respeitem o corretor de imóveis e trabalhe de acordo com a lei para equilibrar e valorizar o profissional”, explicou o presidente do Creci, Benedito Odário Conceição.

Benedito conta também que os números demonstram que as ações no primeiro ano do seu segundo mandato têm sidos assertiva e vão ao encontro do que lhe foi proposto na sua reeleição.

“Essa foi nossa promessa de campanha durante a nossa reeleição e que tem sido cumprida. Nossa fiscalização está garantindo mais segurança às negociações do setor imobiliário, com suas ações estamos promovendo a proteção e valorização dos profissionais que estão devidamente registrados no Conselho de Mato Grosso”, conta.

 Mais ações – Dentre as inovações que foram implementadas pela diretoria do CRECI/MT, está a implantação do sistema de rotas que visa otimizar o trabalho da fiscalização do Creci no Estado. O método que tem gerado melhor resposta da fiscalização à sociedade é composto por uma escala detalhada em regiões de trabalho. Esse método evita que locais fiscalizados em um dia seja revisitado em seguida. O sistema compreende cinco rotas na grande Cuiabá, duas em Várzea Grande, e outras cinco no Estado; O trabalho que já culminou com ações em parcerias com a Delegacia do Consumidor (Decom) e Polícia Civil deve culminar em mais operações de fiscalizações nos próximos meses.

O diretor da fiscalização conta que para o ano que vem, o trabalho precisa ser ainda mais intensificado.

“Nosso trabalho tem sido reconhecido pela classe e de forma diferenciada vem conquistando ótimos resultado perante a sociedade”, conta Cláudio Jose Neis.

Denúncias

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Mato Grosso, também faz um alerta, sobre os riscos que o consumidor corre ao comprar um imóvel, através de pessoas não habilitadas, podendo ter problemas com documentação e até mesmo prejuízos financeiros, por falta de capacitação profissional ou má fé. “O falso corretor não tem nenhuma responsabilidade jurídica, com relação ao negócio e com isso, o erro e problemas recairá sobre o comprador que não exigiu a credencial do CRECI, do corretor ou da imobiliária.

As denúncias de irregularidades podem ser feitas pelo email denuncias@crecimt.gov.br ou pelo whatsapp 65 9952-3216

 

Fonte: Antoniel Pontes – Jornalista Creci-MT

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*



Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?