O presidente do Conselho Regional dos Corretores de Imóveis de Mato Grosso – CRECI/MT, professor Benedito Odário comemora os primeiros índices que medem a confiança do mercado imobiliário no estado e no país e diz que o primeiro semestre será de muitos negócios no estado e no país.

Benedito Odário também aponta que todo o segmento e setores de construção estão confiantes nos índices econômicos que o segmento apresenta.

Para se ter uma ideia, o Índice de Confiança da Construção, medido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), cresceu 2,1 pontos na passagem de dezembro de 2019 para janeiro deste ano. Essa foi a oitava alta consecutiva do indicador, que chegou a 94,2 pontos, maior patamar desde maio de 2014 (94,6 pontos).

O Índice de Situação Atual, que mede a confiança dos empresários da construção no momento presente, avançou 1,7 ponto e chegou a 84,3 pontos. A maior contribuição para esse resultado veio do componente “carteira de contratos”.

Com o otimismo do mercado, Benedito Odário conta que o índice aliado ao clima de confiança que o mercado imobiliário tem gerado fará com que o primeiro semestre seja um época de bons negócios para o setor de corretagem de imóveis.

 “O resultado de janeiro que mede a confiança do mercado do setor  é um sinal do que deve ser a dinâmica predominante em 2020: um aumento do protagonismo da área de edificações, puxado pela melhora do mercado imobiliário residencial em 2019”, conta o presidente do Creci.

Apesar dos anos difíceis que seguiu após 2014, o ano de 2020 é visto como um ano de investimento. Em 2019, a Caixa Econômica Federal investiu mais de R$ 1 bilhão em financiamento, e no último trimestre do ano passado houve um bom aumento do investimento na construção civil no Estado e mesmo que durante todo o restante o ano pairasse uma nuvem negra de insegurança por causa da reforma da Previdência, o mercado tende a se firmar neste ano, já que segundo especialistas a baixa dos juros somada aos programas sociais e à entrada de outras instituições financeiras no nicho na oferta de financiamento tem provocado o retorno da valorização imobiliária.

 As grandes imobiliárias voltaram à cena de negociação com lançamento de novos empreendimentos.

O mercado de Mato Grosso no primeiro mês de 2020

Janeiro é um mês que tradicionalmente é aguardado pelo mercado imobiliário, pois intensifica o número de pessoas em busca por imóveis. Os motivos que levam a essa movimentação são diversos: vinda de estudantes aprovados em universidades, mudança de emprego, ou até mesmo o desejo de mudança.

Além disso, o estado também vive um bom momento econômico, fato que tem  chamado atenção de novos investidores, indústrias que estão se instalando e implantando e colocando planos de negócios.

Benedito conta que em conversas com outros presidentes do setor da construção, demonstra que o sinal verde que o mercado imobiliário tem recebido para os negócios é animador.

“Converso todos os dias com colegas de outros setores e observa-se que, devido a essa reação da economia, muitas pessoas de outros estados estão vindo para cá. E isso é  reflexo da expansão e vinda de novas empresas. Um sinal verde muito bom para o mercado, que nos últimos cinco anos não conseguiu ver este volume de empreendimentos chegando aqui”, pondera Benedito.

Otimismo que reflete no aumento do ingresso da profissão de novos corretores

Mato Grosso em 2019, foi o terceiro estado que mais registou inscrição de profissionais do mercado imobiliário, com a crescente de 8% acima de média nacional, além de estar entre as cinco capitais que teve aumento no índice geral de crescimento na construção civil imobiliária.

O CRECI é o conselho de classe que regulamenta e fiscaliza a profissão de corretores de imóveis. O conselho conta com 11 mil inscritos pessoas físicas e 2 mil pessoas jurídicas e é o quarto Conselho de Classe mais estruturado do estado.

“Somos referência para a sociedade, agregando conhecimentos contínuos que promovam a melhoria dos processos internos, a qualidade dos serviços e o relacionamento com seus inscritos e com o público em geral, em prol do exercício ético da corretagem de imóveis e da valorização do profissional”, finaliza o presidente do Creci-MT.

Denúncias

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Mato Grosso, também faz um alerta, sobre os riscos que o consumidor corre ao comprar um imóvel, através de pessoas não habilitadas, podendo ter problemas com documentação e até mesmo prejuízos financeiros, por falta de capacitação profissional ou má fé.

“O falso corretor não tem nenhuma responsabilidade jurídica, com relação ao negócio e com isso, o erro e problemas recairá sobre o comprador que não exigiu a credencial do CRECI, do corretor ou da imobiliária”, alerta a fiscalização do Creci.

 As denúncias de irregularidades podem ser feitas pelo email denuncias@crecimt.gov.br ou pelo whatsapp 65 9952-3216

 

Antoniel Pontes – Assessor de Imprensa do CRECI-MT

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*



Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?