Presidente do CRECI/MT, Professor Benedito Odário

O Conselho Regional de Corretores de Imóveis de Mato Grosso, encaminhou, através de ofício, uma solicitação aos prefeitos das maiores cidades, consideradas como polo, entre elas: Rondonópolis, Sinop, Barra do Garças, Tangará da Serra e Várzea Grande e também, na capital do estado, para que deem uma atenção especial e diferenciada aos Corretores de Imóveis, em relação a flexibilização do isolamento social.

No pedido, feito pelo presidente do CRECI/MT, Professor Benedito Odário, a solicitação, com a tese que o Órgão, que regulamenta a atividade privativa de onze mil Corretores de Imóveis e duas mil empresas imobiliárias no Estado, requer a apreciação da possibilidade, no caso de novos decretos, mantendo o isolamento social, instituir a autorização para que os Corretores de Imóveis possam atuar com suas atividades, em seus escritórios ou imobiliárias, com hora marcada e limite de dez clientes por dia, não ocasionando aglomeração e seguindo os protocolos de saúde, determinado pelo Ministério da Saúde.

“Esse requerimento foi necessário e discutido com a nossa diretoria, uma vez que os Corretores de Imóveis, nem sempre, atuando na modalidade “Home Office” tem a mesma estrutura oferecida pelas Imobiliárias ou seus escritórios imobiliários, fazendo com que, desta forma, encontrem o equilíbrio entre seus ganhos financeiros e a saúde de todos, o CRECI/MT está muito preocupado, o País encontra-se sob os efeitos de pandemia decorrente da proliferação da Covid-19” finalizou Benedito.

Benedito explicou que alguns Corretores, de forma isolada e que não respondem ou possuem qualquer autorização para usar ou falar em nome CRECI/MT, foram solicitar assuntos similares ao Governo do Estado, que não tem responsabilidade nos municípios para dirimir sobre este assunto e sim, o município, que é responsável pela liberação ou não.

Benedito ainda parabenizou os prefeitos pelo empenho que todos vêm promovendo e salientou que a pandemia deve ser enfrentada em conjunto e que, a solidariedade é a premissa do momento.

 

1 Comentário

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*



Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?