O banco Santander está leiloando 20 itens provenientes de alienação fiduciária via Frazão Leilões, uma leiloeira de São Paulo. O pleito está marcado para 17 de dezembro.

Imóveis residenciais, como casas e apartamentos, galpões comerciais e lotes serão leiloados com descontos de até 50% sobre o valor de mercado.

Há imóveis em Minas Gerais, Pernambuco, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e São Paulo. O preço médio é de R$ 400 mil, mas há imóveis com o lance inicial bem mais baixo. A condição de pagamento para todos os itens em leilão é à vista.

Em São Paulo, por exemplo, há um apartamento na região do Ipiranga, bairro da Zona Sul, que conta com 38 m² de área total, um dormitório e uma vaga na garagem. Para esse apartamento, o lance mínimo é de R$ 191.452,30. Segundo o Santander, o imóvel é avaliado em R$ 281.241,46.

No interior de São Paulo, na cidade de Votorantim, há uma casa de 58m², localizada no Condomínio Vision Ville, com lance mínimo de R$ 140.011,94. Segundo o Santander, o imóvel é avaliado em R$ 223.541,42.

Já em Curitiba, o destaque fica para o residencial Allegro, apartamento na região de Pinheirinho que conta com 48 m² de área privativa, dois dormitórios, uma vaga de garagem e lance mínimo de R$ 125.646,70. Segundo o Santander, o imóvel é avaliado em R$ 284.957,18.

Os interessados nos imóveis podem participar da negociação online através do site oficial da Frazão Leilões. Já é possível realizar lances online.

Já o leilão presencial será realizado no dia 17 de dezembro, às 14h30, na Rua da Mooca, 3547, em São Paulo.

Cuidados ao comprar em leilão

Adquirir itens em leilão – principalmente imoveis e veículos – pode gerar uma boa economia, já que geralmente estão abaixo do preço de mercado, mas é necessário tomar alguns cuidados para que a promessa de preços mais baixos não se transformem em dores de cabeça. Ao se tratar de imoveis, é possível que alguns negócios sejam arriscados e, para que o negocio ocorra tranquilamente, é preciso prestar bastante atenção em alguns pontos.

Ler o edital do leilão com atenção é fundamental, pois lá estão as principais informações sobre o imóvel a ser leiloado: como o valor mínimo de venda, o estado de conservação do imóvel e quem é o vendedor, por exemplo.

Além disso, contar com um respaldo jurídico para fazer a compra pode ajudar muito também. Consultar um advogado para levantar se há ações judiciais contra a execução do leilão ou qualquer irregularidade com o processo pode poupar tempo e dores de cabeça no futuro, já que se o proprietário pode entrar com uma ação para anular o negócio em caso de irregularidades no leilão ou caso não seja avisado sobre o mesmo.

 

Fonte: InfoMoney

0 Comentários

Envie uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*



Fazer login com suas credenciais

Esqueceu sua senha?